Segunda-feira, Julho 22, 2024
Segunda-feira, Julho 22, 2024

SIGA-NOS:

Luís Pedro Martins anuncia recandidatura à presidência do Turismo do Porto e Norte

-PUB-spot_img

O presidente da Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP), Luís Pedro Martins, avançou esta terça-feira à Lusa que se vai recandidatar a um segundo mandato de cinco anos à frente da entidade TPNP, cujas eleições vão ser em fevereiro.

“Sim, está decidido. Tomei essa decisão de me recandidatar [à presidência da TPNP] , declarou Luís Pedro Martins em entrevista à agência Lusa, à margem do evento ‘BOOST – Building Better Future’, Organizado pelo Nest – Centro de Inovação do Turismo, e que decorre hoje na Casa da Música, no Porto, inteiramente dedicada ao futuro da indústria do turismo.

Luís Pedro Martins considera que há “um trabalho que ainda não está terminado”, nomeadamente o trabalho realizado com a Comissão de Coordenação Regional do Norte e em que o “turismo vai ter acesso ao financiamento interessante como nunca aconteceu por parte do PO [Plano Operacional – um programa comparticipado pelos fundos estruturais comunitários]”.

“Vamos ter a oportunidade, finalmente, de conseguir realizar muitos daqueles que foram os projetos que fomos fazendo ao longo destes cinco anos e, terminada essa parte, aí sim, considero que está o trabalho feito”, acrescentou, afirmando estar preparado para mais cinco anos à frente da TPNP.

As listas candidatas têm de ser entregues até 19 de janeiro e depois as eleições vão ser no início de fevereiro.

Luís Pedro Martins é também presidente da Associação de Turismo do Porto e Norte (ATP), cuja reeleição foi em dezembro de 2022, para o triénio 2023-2025, e vai continuar a acumular a liderança das duas entidades, o que, na sua opinião, permite reforçar a cooperação entre ambos os organismos.

Luís Pedro Martins foi eleito presidente da TPNP em janeiro de 2019 numas eleições com uma lista única e sucedeu a Melchior Moreira, detido na altura no âmbito da operação Éter, uma investigação da Polícia Judiciária sobre uma alegada viciação de procedimentos de contratação pública que culminou com a indiciação de cinco arguidos.

Antes de ser eleito presidente da TPNP, Luís Pedro Martins era o diretor executivo da Torre dos Clérigos do Porto.

-PUB-spot_img

DEIXE A SUA OPINIÃO

Por favor insira o seu comentário!
Por favor, insira o seu nome aqui

-PUB-spot_img
-PUB-spot_img